Sinais do envelhecimento capilar

O processo de envelhecimento do cabelo começa normalmente a partir dos 40 anos, quando, depois de um ou outro fio branco, as madeixas passam por transformações na textura. Com a contribuição de químicas de alisamento e coloração, a vida útil dos fios diminui e sua espessura muda, tornando-se fino e ralo. Além disso, começam a aparecer sinais de ressecamento e quebra. Por isso, é importante ficar atenta para identificar as características que vão ajudar a descobrir se os fios estão envelhecendo e o que é preciso para diminuir a ação do tempo nas madeixas; estes sinais são ainda mais acentuados nas pontas dos cabelos.

  • Aspereza

As fibras dos fios perdem a resistência, tornando-os mais finos e menos sedosos;

  • Ressecamento

As glândulas que produzem óleo diminuem de tamanho com o tempo e deixam de produzir eficientemente, deixando o cabelo muito mais seco que antes;

  • Perda de volume

Com o passar dos anos os cabelos passam a se apresentar de forma diferente, eles podem ter espessuras mais finas do que as de antes, e eles podem ainda ter menos volume, pois com o tempo eles caíram e aos poucos não foram mais crescendo assim com antes, eles vão perdendo massa.

  • Fragilidade

O fio mais fraco tende à fragilidade, com pontas duplas e quebradiços, também perde parte da sua elasticidade.

  • Indisciplina

Com as escamas da fibra capilar frágeis, os fios apresentam sinais de indisciplina, tornando-se mais difíceis de modelar.

  • Perda de brilho

O cabelo se mostra mais opaco e menos brilhoso, a cor perdendo sua vitalidade e apresentando fios grisalhos. Para quem colore as madeixas, o efeito pode ser ainda pior, como a fibra e as cutículas capilares estão fragilizadas a fixação da cor de tinturas também pode ficar comprometidas.

  • Queda

Com a idade há um aumento da perda de cabelo que passa a cair com mais frequencia o que pode se tornar bastante aparente porque a taxa de crescimento dos fios também diminui radicalmente.

Como controlar o envelhecimento no cabelo

Para controlar a perda de diâmetro invista em ativos que estimulem e preencham o espaço desgastado na fibra capilar, como a queratina e a ceramida, que ajudam na perda de volume e na luta contra a fragilidade e a quebra. Contra o ressecamento e problemas que prejudicam o aspecto saudável das madeixas invista em produtos hidratantes e emolientes, que têm o poder de deixar os fios macios e maleáveis.

Como os cabelos tendem a perder a capacidade de absorção de nutrientes é importante estimular o couro cabeludo para melhorar a irrigação sanguínea e a renovação celular. Massagear o couro cabeludo, além de ser relaxante, garante fios mais fortes e resistentes, o que pode ser potencializado com o uso de produtos vitaminados.

0 comentários

Escreva um comentário

Fields with * are requierd